Seguidores

23 de abr de 2011

SÍNDROME DA CHINA - FUKUSHIMA

N. 421
T. Óleo/acrílica s/ tela
T. 70X50X4 cm
2011

9 comentários:

Carolum Art disse...

Muy buena obra reflejando el desastre nuclear de Japón. Me gusta el estilo tan característico en todas sus obras pictóricas así como las texturas. Saludos

Eliane Accioly disse...

Jaime, você é um amigo que venho encontrando nos corredores dos blogs... :)
Que bom ser percebida por você, para mim (ou para todos nós) nada mais importante que o cotidiano, é o que temos.

Síndrome da China me remete ao pintor chinês que está preso, por denunciar com sua arte osdesmandos do regime. Esqueci o nome, Wan? Wei?

Fiz uma homenagem a você em meu blog, mas troquei baião por balaio... Vou reeditar.

Leovi disse...

Maravillosa, me encanta esta combinación de rojos y azules a diferentes gamas, Excelente.

Antonio Machado disse...

Caro Jaime,
você atingiu em cheio a expressividade com essa pintura!
Realmente passa o trágico!
Infelizmente isso é tudo verdade.
Que bom seria se fosse só arte.
Obrigado pelo comentário em meu blog.
Um forte abraço

Nil Catalano disse...

Maravilhoso Jaime, a força das cores está de uma vibração explendia, irradiante.
Parabéns e forte abraço.

Marta Benicá disse...

Olá, passei para deixar o novo endereço do Martabelasartes http://www.martabenica.com.br/artes, o Martabelasartes.blogspot em breve será desligado. Já estou te seguindo com meu novo endereço. Passe para uma visita, você será sempre muito bem vindo. Um grande abraço. Marta Benica.

ATÉ QUANDO VAI DOER? disse...

Jaime, sua arte me encantou...ela passa com precisão sua forma de ver o mundo.
Parabéns.
Abraços de mais uma admiradora sua virtual.
Valéria

Elvi disse...

Quel rosso rende molto bene la tragedia nucleare del Giappone.
Molto suggestivo. Elvi

ma grande folle de soeur disse...

Não sei explicar porquê, mas adoro este seu quadro :) Abraço